Marcheline Bertrand: biografia

Marcheline Bertrand (1950-2007) foi uma atriz, produtora e ativista, que passou os últimos anos de sua vida, com várias organizações criadas por ela, para realizar shows de caridade.

Ela era conhecida no mundo do entretenimento por ser a mãe de Angelina Jolie, que também herdou essa sensibilidade para com os outros. Sua filha Angelina lhe disse Marshmallow (nuvem de doces) porque ela era uma mulher muito sensível e compreensiva. Bertrand ensinou seus filhos valores e amor para com os outros.

Bertrand era apenas uma garota quando fugiu de casa e acabou em Hollywood porque queria ser uma estrela de cinema. Na meca do cinema americano ela conheceu seu primeiro marido, Jon Voight, um dos protagonistas do filme Midnight Cowboy, e ela se casou quando tinha 21 anos.

Embora tivesse descendência franco-canadense através de seu pai, sua filha Angelina sempre brincou que ela estava longe de ser parisiense, tendo passado sua infância e adolescência em um ambiente típico americano, em um boliche que os avós tinham.

Família

Marcheline Bertrand nasceu em 1950, em Blue Island, Illinois, Estados Unidos. Desde muito jovem ele se casou com o ator Jon Voight em 1971, com quem teve dois filhos: Angelina Jolie e James Haven, ambos atores.

De Voight se divorciou no ano de 1978 e depois teve como sócio Bill Day, e os últimos anos de vida de John Trudell, com quem realizou vários concertos de caridade.

Seu pai era Roland Bertrand e sua mãe, Lois June. Ele tinha dois irmãos: uma menina, Debbie e um menino, Raleigh. Quando tinha 15 anos, sua família mudou-se de Chicago para Beverly Hills, onde o adolescente Bertrand frequentou a Beverly Hills High School, a partir do segundo ano, até se formar.

Valores familiares

O talento e apoio para crianças menos favorecidas foi algo que Marcheline Bertrand instilou em seus filhos, e que sua filha Angelina aprendeu tão bem. Sua filha é mundialmente famosa, bem como por seus papéis em filmes de classe mundial, como um lutador incansável para crianças no mundo.

Bertrand sempre se importou porque Angelina aprendeu a entender o mundo e seus problemas, porque ele aprendeu a amar as crianças e a ser um modelo de comportamento irrepreensível para sua filha.

Um trabalho que durou toda a infância e adolescência e terminou em uma profunda admiração de Angelina por sua mãe. As duas mulheres pareciam fisicamente e em sua maneira de ver a vida, e isso levou a família de Bertrand a ter tantos triunfos.

Filmes

A carreira de Marcheline no cinema começou com o ator, diretor e professor de teatro Lee Strasberg, que havia sido professor de outro famoso artista, o diretor de cinema Elia Kazan.

Em 1971 ele caracterizou Connie na quarta temporada da série televisiva Ironside, "Amor, paz, irmandade e assassinato". Em 1982, ela desempenhou um papel menor no filme Buscando salir, um filme que foi co-escrito por seu marido Jon Voight.

Em 1983, ele teve um papel no filme O homem que amava as mulheres. Este filme narra os assuntos de um artista, mas quem lhes diz é o analista que também era amante; Diz a obsessão para as mulheres que tiveram o protagonista.

Empresa produtora

Desde 1983, Bertrand se dedica à produção de filmes e documentários. Naquele mesmo ano, ele fundou a Woods Road Productions com seu parceiro e sócio, Bill Day.

Foi também produtora executiva do documentário Trudell, em 2005, que conta a história de seu companheiro John Trudell, músico e ativista. Com este filme eles tiveram muita ressonância, já que ele fez parte da seleção oficial do Festival de Sundance e do Tribeca Film Festival, e no Seattle International Film Festival ele ganhou o Prêmio do Júri como Melhor Documentário.

Trabalho de caridade

Como sua filha Angelina Jolie, que a teve como um exemplo maravilhoso, Marcheline dedicou grande parte de sua vida ao trabalho de caridade, especialmente quando ela deixou a performance.

Junto com seu parceiro John Trudell, Bertrand criou a fundação Todas as tribos, com a qual pretendiam apoiar as comunidades indígenas, tanto do ponto de vista econômico quanto na preservação de costumes, cultura e idiomas.

Para o ano de 2007 o trabalho de Todas as tribos foi significativo, porque as ajudas superaram com abundância os 800 mil dólares, dinheiro que servia para subsidiar programas que conservavam as formas tribais de vida e tinham o propósito de garantir um futuro sem necessidades econômicas para os nativos.

Como conhecedora do mundo da produção e da atuação, realizou vários concertos na companhia de Trudell, que ajudaram os refugiados afegãos. Como ela foi diagnosticada com câncer de ovário em 1999, a partir de então seu trabalho foi incansável na conscientização de muitas mulheres através de campanhas publicitárias e associações de apoio.

Morte

Os últimos anos da vida de Bertrand foram a luta contra o câncer de ovário, até que em 2007 ele perdeu a batalha. Sua mãe e sua irmã também morreram de câncer.

Os últimos anos queriam ficar longe das câmeras e não davam entrevistas. Ele morreu aos 56 anos, no Centro Médico Cedars-Sinai, cercado por seus parentes mais próximos e seus dois filhos: Angelina e James.

O enterro não compareceu quem foi seu primeiro marido, o ator Jon Voight, acabou de enviar uma carta de condolências aos seus filhos. As relações tensas de Bertrand e Voight eram conhecidas e ela sempre dizia que não estava interessada em ter qualquer tipo de relacionamento com ele novamente.

Três anos após a morte de Marcheline, seus filhos Angelina e James a homenagearam em um vídeo intitulado For Mom with Love, que trazia imagens de Angelina com apenas 6 anos tocando na praia do Havaí, em 1981.

Bertrand deixou uma herança significativa para seus netos, os três primeiros filhos de Angelina. Ele também deixou parte de sua fortuna para Angelina e James, seus filhos e também seus netos Maddox, Zahara e Shiloh, a quem ele poderia encontrar um pouco antes de morrer.