7 Manifestações Culturais do Representante do México

As manifestações culturais do México colocaram essa nação entre uma das mais ricas e culturalmente diversas do mundo.

A cultura mexicana é estreitamente marcada pela união de práticas e tradições milenares com outras provenientes da Europa, que consolidaram o desenvolvimento cultural rumo a um ponto comum.

Muitas entidades e comunidades participam do desenvolvimento e continuidade das manifestações culturais mais populares no México.

Estes mantiveram a chama viva e reforçam cada vez mais o sentido de identidade e de pertencimento que a cultura pode representar para o seu povo.

A participação política e social (Igreja e outras instituições), grupos étnicos e identidades tribais, a conquista espanhola e seus vestígios, a modernidade ou a condição dos latino-americanos moldaram a cultura mexicana.

Isso se materializou em atos e cerimônias que hoje ainda estão presentes nas regiões mexicanas como forma de exaltar a soberania cultural.

As manifestações culturais não se limitam à celebração de datas específicas durante um ano civil, mas também aos fenómenos e formas de expressão que surgem em diferentes regiões do México, diferentes na forma, mas semelhantes em substância.

Muitas das atividades culturais originárias do México foram reconhecidas pela UNESCO como patrimônio.

Eventos culturais mais interessantes no México

1- Dia dos Mortos

É uma das festas mais populares e uma das mais reconhecidas no mundo, identificando-a instantaneamente com a nação mexicana.

O Dia dos Mortos é comemorado entre 1 e 2 de novembro de cada ano, faz parte das tradições religiosas mexicanas, juntamente com outras tradições globais como o Natal ou a Semana Santa.

O também conhecido como Dia de Todos os Santos é uma celebração dedicada a honrar o falecido.

É celebrado por famílias inteiras, que deixam oferendas aos seus parentes falecidos para que estes, ao chegarem, voltem a vivenciar o que sentiram quando viviam.

Você pode estar interessado em 60 Day of the Dead Phrases.

2- A Guelaguetza de Oaxaca

Esta celebração de caráter regional engloba as qualidades culturais de várias províncias e cidades adjacentes, que se reúnem em Oaxaca em comemoração à Virgen del Carmen, e costumam ser comemoradas a partir da terceira segunda-feira de julho até a quarta.

Grupos musicais folclóricos e populares de regiões adjacentes ao estado de Oaxaca participam.

La Guelaguetza é uma celebração que tem suas origens nos costumes tribais de Oaxaca e a veneração de divindades relacionadas ao milho e ao cultivo.

A passagem do tempo e da história fez evoluir e expandir suas atividades e conotações. Hoje em dia é considerado um festival tradicional que abrange vários ramos da cultura mexicana.

3- Cinco de mayo

A comemoração das datas que marcaram o curso da história política e militar do país tem um grande peso em sua cultura.

A primeira vez que o México foi capaz de enfrentar e derrotar o exército de uma potência estrangeira (a França) é motivo mais do que suficiente para os cidadãos celebrarem em suas ruas todos os anos.

É uma festa tão popular internacionalmente, que até foi considerada celebrada em maior medida em países como os Estados Unidos, tanto por cidadãos mexicanos como por estrangeiros completos.

4- Rito dos folhetos

É uma celebração do caráter religioso considerado Patrimônio Cultural Imaterial pela UNESCO.

Consiste em uma série de ritos de dança aérea realizados por quatro dançarinos, com conotações e homenagens aos deuses, pontos cardeais e fertilidade. Os dançarinos balançam em cordas e abaixam enquanto realizam movimentos.

É uma tradição mesoamericana que começou nas regiões de Jalisco e Nayarit, e que depois se expandiu para outras partes do México. Hoje ele permanece adormecido em áreas como Puebla e Veracruz.

5- O Mariachi

A música popular é um dos pilares das culturas em todo o mundo. No México, foi criado um gênero musical e colorido que hoje é considerado uma manifestação globalizada.

O mariachi, música feita principalmente com instrumentos de cordas, é uma variante musical que exalta, através de seus temas e da natureza autóctone de seus intérpretes, os mais profundos valores mexicanos.

Os mariachis são capazes de reproduzir, à sua maneira, diferentes gêneros musicais tradicionais e modernos, adaptando-se a novos tempos e audiências sem perder sua essência. A origem documentada dos mariachi está localizada nas terras de Cocula, no estado de Jalisco.

6- O Pirekua

Considerado também Patrimônio Cultural Imaterial pela UNESCO, esse gênero musical é originário da etnia P'urhépecha, em Michoacán.

Esta manifestação musical consiste em uma orquestra de cordas que acompanha canções particulares e tradicionais feitas para uma, duas e até três vozes.

O pirekua tem uma função de mediação na integração no meio social. Suas músicas fornecem uma mensagem familiar que promove a reconciliação e a compreensão. Sua prática permaneceu no coração do povo P'urhépecha desde a sua criação.

7- Gastronomia e festivais

O México provou ser o berço de uma gastronomia dos mais variados e pitorescos, que foi imitada em todo o mundo.

No entanto, existem regiões que ainda preservam algumas de suas práticas culinárias intactas, e que estas são consideradas uma manifestação cultural em si, assim como participantes de outras celebrações.

Os festivais gastronômicos mexicanos são o local para saber tudo o que o México tem para oferecer no nível culinário. Algumas delas têm um caráter internacional; outros promovem e encorajam a produção local em certas regiões.

Eventos como o Festival del Chile, a Feria de las Fresas, a Feira Nacional Mole, são algumas das atividades que reúnem anualmente os mexicanos em um ambiente gastronômico.

Eles compartilham os valores culinários mais tradicionais, em conjunto com as inovações oferecidas pela culinária de vanguarda.

Da mesma forma, a culinária típica do México tem sido parte e complemento de outras celebrações maiores, como o Dia dos Mortos, através dos altares que se preparam com comida e frutas e que mais tarde serão oferecidos aos homenageados falecidos.