5 Costumes e Tradições de Ciudad Juarez

Juárez, também conhecida como Ciudad Juárez, é a maior cidade do estado mexicano de Chihuahua. Era conhecido como "El Paso del Norte" até 1888, quando foi renomeado em homenagem ao presidente Benito Juárez, que se estabeleceu lá por alguns anos durante a sua luta contra os franceses.

Está conectada por pontes com o sul do Texas, Estados Unidos, e graças a essa proximidade com o país vizinho, tornou-se uma das cidades com maior interesse e investimento empresarial no México.

Sua economia é baseada na indústria de maquiagem, principalmente administrada por empresas americanas e na exportação de mercadorias.

Ciudad Juárez era conhecida por atrair trabalhadores de todo o México na busca por melhores oportunidades de emprego.

No entanto, nas últimas décadas, uma onda de violência foi gerada, onde muitos de seus habitantes tiveram que deixar a cidade.

Hoje, Juarez está se recuperando e melhorou significativamente sua economia, a cada dia mais turistas estão interessados ​​em visitar a cidade novamente por suas cores, suas tradições e as práticas ainda realizadas pelos habitantes locais.

Alfândega e tradições proeminentes de Ciudad Juarez

1. A dança dos matachines

A dança dos Matachines é uma tradição que remonta à conquista espanhola, quando estes, na sua tentativa de mudar grupos de nativos para a religião católica, usaram as danças para inspirar a devoção à Virgem de Guadalupe.

Originalmente, foi uma batalha, dança de batalha, onde os guerreiros mostraram sua coragem. Então aconteceu de ser uma dança onde os dançarinos se tornam guerreiros e soldados da virgem.

Os dançarinos se agacham e batem no chão enquanto tocam um sino constantemente. O mais representativo do vestido consiste em um par de fitas vermelhas que se sustentam em cada ombro e pendem até os joelhos, além de usar uma coroa na cabeça feita de flores. As danças são normalmente realizadas nas festividades católicas.

2. Festival del Sol

O Festival do Sol ou Entrada da Primavera, é uma celebração onde diferentes grupos indígenas de todo o norte do México se reúnem para dar graças aos diferentes elementos, terra, fogo, ar e água para o próximo período de plantio, uma vez que representa a vida

O festival começa em meados de março, onde danças, rituais e apresentações comemoram as tradições ancestrais de cada grupo. Em Ciudad Juárez, esta celebração é realizada no Museu de Arqueologia de El Chamizal.

3. Semana Santa e Rarámuris

Os habitantes da região de Tarahumara realizam uma celebração que consiste em danças e canções, uma semana antes da Semana Santa, como uma representação das crenças e tradições de seus antepassados.

Os representantes são pintados de manchas brancas no corpo em gratidão a Jesus Cristo. O evento envolve homens, mulheres e crianças que compartilham os alimentos tradicionais da região, como nopales com feijão, tamales e purê de sementes de abóbora.

O sábado de Gloria representa o último dia da celebração e culmina com a queima de uma boneca representando o mal.

4. Dia dos Mortos

Em 2 de novembro, um dos dias mais representativos do México é celebrado, onde diferentes atividades são realizadas para comemorar os mortos.

Em Ciudad Juarez, as padarias preparam-se semanas antes para vender o famoso pão de Dulce de Muerto, as ruas são adornadas com altares e lojas de doces vendem crânios de açúcar.

Esta celebração mistura a cultura asteca com a religião católica e por sua originalidade é bastante famosa em todo o mundo.

5. Fiesta de San Lorenzo

É uma celebração católica onde se presta homenagem a San Lorenzo, patrono de Ciudad Juárez.

As pessoas se encontram com membros da igreja na praça que leva o nome do Patrono, onde são vendidos artesanato e comida típica da região.

Realiza-se todos os anos no início de agosto e reúne centenas de fiéis que, por tradição, se aproximam dos templos para testemunhar as massas e participar da festa.